terça-feira, 24 de abril de 2012

TCHAU

                                                                           Ligia Bonjuga




                                                                            
Foi uma escritora brasileira, ela nasceu em Pelotas no dia 26 de agosto de 1932 e cresceu numa fazenda. Aos oito anos de idade foi para o Rio de Janeiro onde em 1951 se tornou atriz numa companhia de teatro que viajava pelo interior do Brasil.Num contintnte que tornou-se conhecido por seu realismo mágico e contos fantásticos, a literatura infantil brasileira caracteriza-se por uma acentuada transgressão dos limites entre a fantasia e a realidade. Lygia Bojunga é uma escritora que perpetuou esta tradição e a tornou perfeita.

                                                                 Livro : Tchau

                                                          
Escrito pela autora Ligia Bonjuga, este livro fala sobre a separação conjugal emtre um casal que posui dois filhos: Rebeca e Donatelo.
Em seu primeiro capítulo O Buquê, a autora inicia com um suspense, o fato da mãe ter recebido um buquê de flores, este acontecimento despertou a  curiosidade de Rebeca. Quem teria mandado um buquê de flores para sua mãe?
No segundo capítulo, Na beira do mar, Rebeca  e sua mãe saem para fazer compras e resolvem voltar para casa andando pela beira do mar ,durante essa caminhada, sua mãe conta-lhe que vai saparer-se do seu pai, pois senti-se muito só e acabára se apaixonando por outro homem, um estrangeiro chamado Nikos.
Em seu terceiro capítulo, No sofá da sala, Rebeca encontra sua mãe chorando . A mãe tenta explicar a Rebeca porque estar indo embora, quando o seu pai vem do quarto e discute com a mãe.
No quarto capítulo, Na mesa do bar, Rebeca encontra seu pai bebendo numa mesa de bar e lhe promete que fará de tudo pra sua mãe não ir embora.
No quinto capítulo, A mala, Rebeca vê sua mãe arrumando a mala. O táxi chega e a mãe se dispede dos flhos. Rebeca insiste para a mãe não ir, mas, ela parti.
No sexto capítulo, O pai chega tarde e encontra um bilhete no travessiro, neste bilhete, Rebeca diz que não consegue fazer a mãe mudar de idéia, no entanto ela vai embora sem levar a mala. Isso , serve de consolo para a menina pois , a mesma acredita que a mãe voltará por não ter levado suas coisas.

Neste livro , a menina Rebeca é vista pelos pais como um ombro amigo. Um livro interessante que proporciona prazer ao ser lido.Instigante e fascinante.

Um comentário:

  1. Roselin - 4º Período de Pedagogia25 de abril de 2012 12:40

    Meninas,
    A literatura infantil tem uma grande importância para o desenvolvimento e capactação da leitura e fundamenta as estratégias como meio de auxílio para se ter uma boa leitura e essa conscientização deve-se começar cedo para que a criança se desenvolva para o meio social.

    Parabéns pelo blog,beijos para voçês.

    ResponderExcluir